Aprendendo a forma certa de usar o site

Aprendendo a determinar o que é importante

 

Hoje em dia a crise tem sido devastadora em todo o território brasileiro e em todos os países. E a busca de negociações em vários setores tem sido uma realidade presente. Muitas empresas estão buscando encolher as faturas a pagar e tornar assim mais econômico os gastos mensais.

Neste período o que é supérfluo se torna urgentemente um item na lista de contra da empresa. E neste momento é muito difícil estabelecer as prioridades e as coisas que sejam realmente relevantes. Mas infelizmente muitas pessoas fazem a escolhe errada em todo esse processo. Uma dessas escolhas é eliminar o site institucional no item de gastos. Muitos até alegram que trabalhar com o facebook ou Instagram é muito melhor e mais econômico. Já vimos isso acontecer, o que nos deixou surpresos!

 

Por que eu não devo desistir do meu site ?

 

1 – Em primeiro lugar, o site representa a sua empresa e dar valor a sua marca. Um site institucional é uma excelente assinatura virtual para todos que o acessam. O site dá status e confiabilidade a sua empresa como uma instituição séria e que está atuante no mercado. O site passa a ideia de organização e compromisso.

2 – Em segundo lugar, o site proporciona um endereço personalizado que dignifica a sua marca e o nome da sua empresa. Causando uma boa impressão de imediato.  Cerca de 92%  das pessoas reconhecem que um e-mail personalizado de uma empresa passa mais credibilidade ( confiança ) e mais força do que um e-mail público e gratuito como Gmail, Hotmail, Terra ou outros do mercado.

3-  Em terceiro lugar, o seu site deixa informações na internet de forma legítima e confiável para as pessoas que fazem pesquisas sobre você. Hoje ter um site na internet é de extrema necessidade, não é um luxo. Porque antigamente havia o livro de páginas amarelas, onde as pessoas encontram informações sobre empresas legalizadas e negócios reais. Hoje as páginas amarelas é a internet e isto é uma realidade que ninguém pode ignorar. Se você não está na internet, você não existe.

4-  Em quarto lugar, um site institucional abre portas para que você possa fazer parcerias com empresas amigas no mercado. Porque tais empresas reconhecerão a sua marca na internet. Isto trará uma boa impressão para fornecedores e para pessoas que querem fechar parcerias diversas. O que sem dúvida um e-mail público como Gmail, Hotmail ou outros não dariam uma boa primeira impressão. Tais e-mails não só passariam a ideia de ser uma empresa de amadores, como a ideia de uma empresa que não venceu no mercado e que ainda está engatinhando.

 

Quais são as vantagens relacionadas ao site?

1 – As vantagens são inúmeras e tais vantagens são de grande ajuda para a sua empresa no mercado. Por exemplo, por ter um site, cada vez que você mantém correspondência com os seus clientes utilizando o e-mail personalizado da empresa, você está fazendo um trabalhando de marketing fenomenal. Você está tornando a sua empresa conhecida para todos na internet porque o nome de sua empresa estará visível.

2 – Além disso, uma conta de e-mail personalizada estará evitando que as pessoas o vejam como um(a) amador(a) no mundo dos negócios.  E você estará mostrando a todos ao redor que você é um(a) empresário(a) bem sucedido(a).  E-mails públicos e gratuitos para tratar de coisas importantes passam a ideia contrária.

3 – Outro fator importante é que e-mails personalizados tem maior taxa de abertura do que e-mails não profissionais. Um ponto relevante também é que e-mails personalizados são mais fáceis de lembrar pelos clientes quando tentam após muito tempo reatar ou voltar a falar com a empresa que os atendeu, algo muito diferente do que acontece com e-mails públicos.

 

Devo trocar o meu site pelas redes sociais ?

 

Inicialmente parece uma boa ideia, levando em consideração que é gratuito e há uma multidão de pessoas na sua lista, as quais poderão ser alcançadas todos os dias. Mas isto tudo é uma ilusão. Nós podemos afirmar que não é uma boa ideia desistir de um site para investir nas redes sociais por vários motivos.  Quais são eles e por que ? Nós veremos isso nas explicações e implicações que tudo isso pode ter diariamente na internet.

Entre as coisas que nós já podemos dizer de imediato é que tudo que você publica nas redes sociais não tem a mesma abrangência de visualização que um site tem. Nós podemos tomar como por exemplo o caso do Facebook. O que você anuncia não é divulgado nos motores de busca do Google, assim como ocorre com um site normalmente. E se isso for feito por um milagre divino, uma coisa que se torna terrível é que a pessoa só pode acessar uma conta ou endereço ou promoção exposta se for cadastrado no Facebook. E muitas pessoas não tem acesso ao Facebook, não tem conta para ver a sua página.

Além de ser um meio restrito de divulgação apenas para tal nicho de pessoas e inscritos, as pessoas que estão de fora ( milhões ) estão sem saber de sua existência. Entre as quais nós podemos mencionar pessoas que não tem conta no Facebook.  De acordo com o IBGE em 2020 havia 211 milhões de pessoas no Brasil e de acordo com a R7 NOTÍCIAS 20189, o Facebook chega a 130 milhões de usuários.  Em outras palavras, há 81 milhões de pessoas fora do Facebook.

Não podemos esconder uma realidade óbvia, nem todas as pessoas no Facebook estão interessadas no seu nicho de negócios, somando a isso podemos entender que nem todos os perfis relatados são reais, já que uma grande parcela de pessoas criam contas no Facebook por questões questionáveis e criminosa. O G1/Globo relatou que o Facebook bloqueou no mundo mais de 1 bilhão de contas falsas só em 2018. Já entendeu em que está se metendo?  As redes sociais para uma empresa é um lugar limitado e sombrio.

Na verdade, as redes sociais devem ser usadas como complemento em formato de marketing para a empresa e não deve ser o motivo principal dela. Não esquecendo de usar outras formas de marketing também, muitas das quais excelentes ferramentas, provadas como eficazes. Não é de surpreender que muitas empresas que forçam a barra usando as redes sociais exclusivamente quebram no final ou perdem força por acreditar que as redes sociais vão fazer a diferença, a única diferença. Definitivamente não é uma boa ideia trocar o velho site institucional por uma rede social volúvel e limitada em muitos aspectos.

 

O que fazer neste momento de desafios ?

 

Neste momento de desafios, o ideal é manter a cabeça no lugar e pensar de forma lógica e sábia. Até agora já vimos a importância de ter e manter um site institucional ( ou seja, um site que represente a sua marca e empresa ).  Nós não queremos dizer com isso que você deve desistir do Facebook ou Instagram, mas pelo contrário, você apenas precisa agir com sabedoria trabalhando com essas ferramentas como complementos de seu trabalho e com o foco em marketing. Cada um no seu quadrado, tanto o site tem a função dele como as redes sociais. Não é uma boa ideia trabalhar com um e abandonar o outro. Todos devem ser trabalhados juntos. Isto fará a sua marca forte e a sua empresa memorável. Não seja amador nos negócios, seja o profissional que a sua empresa merece ter.[

 

Nós esperamos ter ajudado neste pequeno tutorial. Caso tenha alguma dica ou dúvida, por favor, nos envie um e-mail ou escreva abaixo para que nós possamos dar um suporte ou atenção extra.

 

Equipe de suporte – Central de suporte
High Speed Web Hosting
www.facebook.com/sampahost
Twitter: @sampa_hosting
Skype ID: comercialsampa

 

 

 

É uma boa ideia desistir de um site por uma rede social ? Facebook ou Instagram ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POSSO AJUDAR?